Muitas pessoas que não fazem parte do universo fitness podem nem saber o que é core. Mas ao ingressar nas práticas físicas, logo vai entender que essa é uma parte do corpo fundamental para ter boa postura, equilíbrio e prevenir lesões.

Fique neste post e entenda para que serve o core e como fortalecê-lo.

O que é core?

Core significa núcleo, é o centro do nosso corpo, uma área que faz a ligação da parte superior com a inferior, que sustenta completamente a coluna, composta pelos abdominais superiores, os oblíquos (laterais) e a musculatura mais profunda, conhecida como abdome transverso, que fica ao redor do tronco e da pelve. Ao todo, são 29 pares de músculos.

Os músculos do core mantêm o alinhamento corporal, geram força e favorecem a base de suporte do corpo.

Então, muita gente pode pensar que para fortalecer o core é só realizar um treinamento de abdominais. Mas o objetivo neste caso não é só obter uma barriga trincada, embora esse seja um efeito para lá de positivo. É muito mais que isso.

Enquanto, o treino de abdominais visa basicamente a frente do corpo, o treinamento do core vai ter foco também na parte detrás, vai envolver exercícios para os músculos da pelve, quadris, abdômen,  região lombar, costas e glúteos.

Para obter o fortalecimento, muitos exercícios vão exigir posições que estimulem a manutenção do equilíbrio e estabilidade.

Fortalecer o core com atividades físicas adequadas é essencial para trazer benefícios à saúde, especialmente nesses tempos em que uma boa parte das pessoas exercem atividades profissionais que exigem a posição sentada por muitas horas, e isso vai enfraquecer o core inevitavelmente.

Quando o atleta fortalece esse conjunto de musculatura vai obter benefícios como:

1 – Mais equilíbrio e controle do corpo

Como o núcleo é todo um sistema de suporte do corpo, fortalecer essa parte vai ter como efeito positivo a obtenção de muito mais equilíbrio e controle de seus movimentos.

2 – Mais estabilidade

Com exercícios que treinam a musculatura da pelve, parte inferior das costas, abdômen e quadris, o corpo ganha em equilíbrio e estabilidade, tanto para as atividades do cotidiano, como subir ou descer escadas, ou nas práticas esportivas, como a musculação, lutas, etc.

3 – Melhor postura

Quando os músculos do núcleo são bem trabalhados vão possibilitar uma postura estável, confiante e mais ereta em qualquer situação, seja em pé ou sentado à mesa do trabalho ou das refeições.

Quando estiver sentado, o core fortalecido vai permitir que a pessoa não fique com a pélvis inclinada e as costas arqueadas, que são algumas posturas que favorecem o enfraquecimento da musculatura e as dores nas costas.

4 – Mais potência na musculatura central e periférica

O core representa a potência do corpo e embora muita gente pense que o maior trabalho no movimento é feito pelas extremidades, a maioria dos movimentos vai ter início no centro.

Com o core fortalecido, a potência de força aumenta nos músculos que realizam a sustentação corporal.

5 – Menos dores nas costas

Dores nas costas podem ser um efeito do core fraco, então, quando construir a força do núcleo vai ajudar a reduzir essas dores e trazer mais equilíbrio à parte detrás do tronco.

6 – Redução dos riscos de lesões

Mesmo que as pessoas não tenham noção, quando estão com a musculatura lombar fraca também ficam muito mais sujeitas às lesões porque não têm suporte ou estabilidade para a realização dos movimentos.

Mas não é só a lombar que poderá ser afetada por um core fraco, pode haver lesões também nos quadris, tornozelos, joelhos e até ombros.

Por isso, o fortalecimento do centro do corpo pode ajudar na redução e até mesmo na recuperação dessas lesões, devido ao ganho de estabilidade, força e equilíbrio.

7 – Mais eficiência nos movimentos

Quando a musculatura dessa região está fortalecida, os movimentos para a maioria das atividades físicas também ficam mais fáceis, porque a musculatura abdominal tem papel dominante em todas as direções.

Exercícios para fortalecer o core

Muitos exercícios são responsáveis pelo fortalecimento do core, podem ser as próprias abdominais, mas também as pranchas ou exercícios com bolas de pilates. Entre algumas modalidades que desenvolvem esse tipo de fortalecimento da musculatura estão o treino funcional  e o pilates.

As pranchas isométricas vão trabalhar muito a região do core porque são exercícios que exigem mais equilíbrio e coordenação.

Os agachamentos também vão fortalecer esses músculos, porém, é preciso buscar a postura adequada no momento do exercício.

A contração abdominal e os exercícios para o assoalho pélvico também vão ajudar no fortalecimento do core. Além disso, sentar em bolas de pilates tentando manter o equilíbrio por um tempo também vai fortalecer a região do core.

Existem uma série de exercícios que podem ser combinados para fortalecer o conjunto de músculos do core e dar ao treinamento um caráter mais dinâmico. Tenha certeza, a partir do momento que o atleta começar a treinar esses músculos vai considerar que todos os movimentos ficaram muito mais fáceis.

Tenha um experiência Cia Athletica

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome