A ginástica para idosos é fundamental para preservar a saúde e também manter a independência das pessoas em um momento da vida no qual a maioria das atividades diminuíram muito.

Veja nesse post porque a ginástica para terceira idade é essencial para a qualidade de vida.

Ginástica para idosos: por que praticar?

A OMS (Organização Mundial da Saúde) orienta que todas as pessoas pratiquem pelo menos 150 minutos semanais de atividades físicas.

Se exercitar de forma regular é importante para a saúde das pessoas de todas as idades, mas o exercício físico na terceira idade, ou seja, partir dos 60 anos, terá um impacto muito positivo no organismo.

Permanecer em movimento é essencial para evitar a piora de diversas doenças como diabetes, obesidade, hipertensão, osteoporose e várias outros males que podem ser agravados pelo sedentarismo.

Além disso, um programa de exercícios para idoso também ajuda a reduzir os danos que são causados pelo tempo, como a perda da agilidade e da flexibilidade, enfraquecimento muscular e até mesmo do equilíbrio, o que provoca sempre muitas quedas em idosos.

Além disso, os exercícios de ginástica para idosos também vão ajudá-los a reduzir a incapacidade de cuidar de si mesmos. Esse efeito na melhora física, que auxilia até mesmo no sistema imunológico, também vai gerar melhor autoestima. É certo que idoso fazendo exercício terá muito mais qualidade de vida.

E envelhecer de forma saudável é cada vez mais importante porque a longevidade da população vem aumentando cada vez mais. Segundo a OMS, até 2050, a população com idade superior a 60 anos chegará à marca de 2 bilhões de pessoas.

Quais os melhores exercícios para terceira idade?

Para ter os benefícios da ginástica para idosos citados acima, os praticantes poderão investir em diversos tipos de exercícios.

Mas como muitos deles também já sofrem com alguns problemas provocados pelo envelhecimento, um treino para idosos de baixo impacto é o mais indicado.

Mas quando se fala em ginástica para idosos, os exercícios também precisam ser realizados de forma regular. A OMS orienta que os atletas a partir dos 65 anos, pratiquem atividades moderadas no mínimo 3 vezes por semana. É importante lembrar que essa frequência e até mesmo intensidade dos exercícios precisam respeitar as condições de saúde e  mobilidade deles.

Em uma academia de ginástica para idosos pode haver opções como:

Alongamento para terceira idade

O alongamento nessa faixa etária é fundamental porque os idosos tendem à perda de flexibilidade e encurtamento muscular. Deve-se a isso o fato de os idosos sofrerem muitas quedas, porque perderam coordenação motora, equilíbrio e força muscular.

O alongamento vai ajudar a minimizar os efeitos desse processo natural do envelhecimento. Com essa prática, os idosos terão menos lesões, aumento da flexibilidade e uma diminuição das tensões musculares e articulares, além de proporcionar bem-estar emocional.

Hidroginástica e natação

Hidroginástica e natação vão conceder inúmeros benefícios aos idosos, como melhorar a circulação, fortalecer os músculos, aumentar a resistência respiratória, promover relaxamento muscular, proteção das articulações e o condicionamento cardiovascular, além de reduzir estresse, aumentar o humor e promover interação social.

Musculação

Pelo processo natural do envelhecimento, os idosos sofrem com perda de massa muscular e óssea. Além de outros inúmeros benefícios, praticar musculação vai auxiliá-lo na redução dos efeitos desse processo.

Fazer exercícios de força em aparelhos de ginástica para idosos vai ajudá-los também a ganharem mais força muscular e independência para suas atividades diárias.

Praticar musculação também ajuda no alívio de dores, fortalecimento dos ossos, controle da glicose no sangue, restauração do equilíbrio, ter um sono de qualidade, manutenção do peso e também na redução dos sintomas de algumas doenças como doenças cardíacas, artrite, osteoporose, diabetes tipo 2, etc.

Yoga

A yoga realiza práticas que promovem o equilíbrio do corpo, mente e espírito. Por isso, traz inúmeros benefícios na terceira idade, como diminuição da ansiedade, do estresse e até da pressão arterial, além de ajudar no fortalecimento dos ossos, na redução das quedas porque trabalha muito o equilíbrio e até ajuda na melhoria da memória e concentração.

Pilates

O pilates é uma prática física que visa tanto a saúde do corpo como o bem-estar e qualidade de vida. Nessa modalidade, há exercícios de solo e também em equipamentos de ginástica para idosos, todos adaptados para a capacidade física de cada praticante.

Os exercícios de pilates vão ajudar na flexibilidade do corpo, equilíbrio, fortalecimento muscular, capacidade respiratória e na prevenção e tratamento de lesões.

Dança

Praticar uma ginástica com música para idosos pode ser bastante estimulante. Muitos praticantes da terceira idade adoram dançar e essa atividade física, sem dúvida, estimula uma grande interação social.

Há estudos que demonstram que a alegria proporcionada por essa prática física também ajuda a evitar males como a depressão.

Mas, além disso, dançar também vai aumentar a capacidade cardiorrespiratória, exercitar a coordenação motora, melhorar o equilíbrio, flexibilidade, fortalecer e alongar os músculos, proporcionar qualidade do sono, ajudar na manutenção e perda de peso, além de ser muito importante para a autoestima.

Mais dicas

Além disso, as caminhadas praticadas dentro do ritmo dos idosos também serão muito benéficas à saúde, também ajudam no fortalecimento muscular e no aumento da capacidade cardiorrespiratória.

Praticar exercícios para idosos em grupo em aulas coletivas também ajudam a diminuir outro agravante na vida dos idosos: a solidão. Praticando uma aula de ginástica para idosos em grupo, eles terão mais chances de fazer amizades e melhorar ainda mais o estado emocional. Como já foi citado acima, em muitos casos, essa socialização vai ajudar até na redução da depressão.

Cuidados

Quando os idosos praticam atividades físicas, é preciso manter uma atenção redobrada na questão da hidratação.

Além disso, precisam também investir em roupas de ginástica para idosos que tenham tecidos confortáveis que permitam liberdade de movimentos e boa ventilação.

Aqui na Cia, há diversos treinos que podem ser realizadas por idosos. Agenda uma aula experimental.

Ginástica para idosos: a importância de continuar em movimento

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome