O treino HIIT vem sendo considerado há um bom tempo como uma das principais tendências fitness.

Um dos motivos do seu sucesso é ser um dos treinos mais eficientes no combate à gordura. Entenda neste post por que essa é uma ótima escolha se você quer emagrecer.

O que é treino HIIT?

Você sabe o que significa treino HIIT? A sigla quer dizer High Intensity Interval Training ou Treino Intervalado de Alta Intensidade, na tradução para a língua portuguesa).

O treino é composto por exercícios aeróbicos e de resistência, realizado em intervalos curtos, com velocidade e bastante intensos, alternados com períodos de descanso para maximizar o desempenho e resultados.

É um treinamento de 10 a 30 minutos, que promove mais força e resistência muscular. Além disso, também é um dos mais indicados para perda de peso.

A explicação para que uma aula de HIIT derreta a gordura é porque as sessões repetidas com esforço máximo aumentam o metabolismo e promovem mais condicionamento aeróbio e anaeróbio.

Os exercícios cardiorrespiratórios são muito eficientes para a queima de gordura, mas a intensidade dos exercícios HIIT vão provocar um aumento no nível de oxidação da gordura, além do consumo excessivo de oxigênio após o exercício, que acontece porque o corpo fica, de certa forma, privado de oxigênio durante a prática.

Pesquisas já demonstraram que esses exercícios realizados com alta intensidade queimam 25% a 30% mais calorias do que outras práticas com intensidades mais baixas.

Isso porque o aumento do metabolismo promovido pelo exercício continua acontecendo durante horas após a prática. Por exemplo, 2 minutos de corrida praticada no ritmo HIIT promovem aceleração do metabolismo por 24 horas.

Entenda esses benefícios dos exercícios de alta intensidade para o seu organismo:

  Treino HIIT regula o apetite

A intensidade do treino de HIIT promove uma diminuição do hormônio regulador do apetite, chamado grelina. Além disso, o treino estimula um aumento temporário do açúcar e o nível de lactato no sangue, que também ajudam na redução do apetite.

  Aumenta a absorção de oxigênio

O exercício HIIT aumenta a quantidade de oxigênio que o corpo pode absorver em minuto. Essa taxa afeta a capacidade física do desempenho atlético.

Quando a taxa de absorção é mais alta, o organismo ganha mais resistência nos exercícios aeróbicos.

  Regula os níveis de glicose no sangue

Além do benefício inquestionável do emagrecimento, o HIIT também pode ser uma ótima prática fitness para quem é diabético, porque eleva a sensibilidade à insulina e o metabolismo da glicose.

Com isso, esse exercício físico vai ajudar a manter a glicose em níveis saudáveis.

Tipos de exercício HIIT

Nos exercícios de alta intensidade estão previstos treinos com pesos, treino HIIT de corrida, treino HIIT na esteira, pular corda e vários outros exercícios funcionais, squash, ciclismo, etc. Por exemplo, um treinamento HIIT na esteira ou na bicicleta ergométrica pode exigir um tempo curto de atividade com o máximo de esforço possível, seguido por vários minutos de treinos lentos com baixa resistência.

Exemplo, HIIT esteira ou na bicicleta ergométrica:

  •     Aquecimento de 2 minutos constantes em baixa resistência;
  •     Ciclo com um nível de esforço de 90% durante 2 minutos;
  •     Recuperação por 3 minutos em baixa velocidade e resistência;
  •     Repetição da série 5 vezes;
  •     Arrefecimento de 3 minutos em baixa resistência.

Independente dos exercícios prescritos, no HIIT, o treino vai ter intervalos de alta intensidade que devem ser curtos para acelerar a frequência cardíaca. Esse é o segredo para promover todos os benefícios já citados.

Para experimentar, você pode investir em um cross training, que é a combinação de atividades, com treinos de alta intensidade, muito dinâmicos e mais divertidos.

Entendeu agora o que é o HIIT treino?

Exercícios HIIT: quais cuidados

Agora que você já conhece o treino HIIT, o que é e seus benefícios, entenda que a prática exige um bom condicionamento físico, por isso, comece devagar e vá melhorando a sua capacidade cardiorrespiratória.

Mas mesmo depois que ficar expert, não esqueça de se aquecer, de monitorar seus batimentos cardíacos e não negligenciar a hidratação.

Além disso, não vá fazer treinos HIIT com o estômago vazio. A intensidade da prática vai exigir que o corpo tenha energia para ser gasta.

Para finalizar, não se esqueça dos seus planos de recuperação, que podem ser compostos por dias com exercícios de baixa intensidade ou simplesmente recuperação. Tudo vai depender dos seus objetivos com os treinos HIIT.

Tipos de exercício HIIT Nos exercícios de alta intensidade estão previstos treinos com pesos, treino HIIT de corrida, treino HIIT na esteira, pular corda e vários outros exercícios funcionais, squash, ciclismo, etc. Por exemplo, um treinamento HIIT na esteira ou na bicicleta ergométrica pode exigir um tempo curto de atividade com o máximo de esforço possível, seguido por vários minutos de treinos lentos com baixa resistência. Exemplo, HIIT esteira ou na bicicleta ergométrica: ● Aquecimento de 2 minutos constantes em baixa resistência; ● Ciclo com um nível de esforço de 90% durante 2 minutos; ● Recuperação por 3 minutos em baixa velocidade e resistência; ● Repetição da série 5 vezes; ● Arrefecimento de 3 minutos em baixa resistência. Independente dos exercícios prescritos, no HIIT, o treino vai ter intervalos de alta intensidade que devem ser curtos para acelerar a frequência cardíaca. Esse é o segredo para promover todos os benefícios já citados. Para experimentar, você pode investir em um cross training, que é a combinação de atividades, com treinos de alta intensidade, muito dinâmicos e mais divertidos.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome