Um cardápio fit é aquele menu bacana que pode ajudar a potencializar os resultados de seus objetivos na academia.

Veja nesse post, quais os benefícios de adotar receitas fitness no seu dia a dia e como montar um cardápio fit.

Por que adotar um cardápio fit?

Quem se alimenta de forma mais saudável vai encontrar nesse hábito um poderoso aliado para somar aos objetivos que pretende atingir com as atividades físicas, além de ganhar saúde a longo prazo.

Seja para perder peso ou ganhar massa muscular, a comida fit não está associada a dietas da moda, mas sim com uma consciência maior a respeito do que vai contribuir com a fisiologia do corpo.

Entre os benefícios de adotar um menu saudável, é possível garantir o que está fornecendo ao próprio organismo, fazendo melhores escolhas de nutrição,  podendo contribuir até na prevenção de doenças cardiovasculares.

Desenvolvendo o hábito de comer bem, o praticante de atividade física/atleta também poderá fazer uma reeducação alimentar para a vida toda.

Além disso, é possível aderir a um hábito saudável que pode ser uma escolha barata. Quem opta por um cardápio da semana fit  , além de ganhar saúde, também pode conseguir economizar- já que uma boa feira e um bom supermercado podem contribuir muito para o resultado dos seus treinos.

Como é o cardápio fit?

Quem adota um cardápio de comida fit para associar à boa forma vai ingerir alimentos com menos açúcar, menos gordura saturada  e boa qualidade de proteína e carboidratos . Por isso, nesse menu sempre vão constar frutas, hortaliças, vegetais, cereais e grãos integrais e carnes magras.

Mas quem pensa que um cardápio fit  é só para emagrecer ou para ganhar massa muscular – e não deve caprichar no sabor- está muito enganado! Esse tipo de cardápio pode e deve ser muito saboroso.

Uma dica é escolher alimentos saudáveis que sejam compatíveis com suas preferências e gostos alimentares, sem esquecer que um cardápio saudável deve ser rico e variado, com alimentos da época e ricos em nutrientes.

Mas é importante elaborar um cardápio personalizado para você, com a quantidade e qualidade adequada para seu tipo físico. E para isso, procure sempre um nutricionista especializado.

A orientação nutricional auxiliará em  melhores resultados

Para chegar no resultado correto dessa equação – malhar e comer bem – é preciso passar por uma avaliação nutricional, porque cada objetivo vai definir uma quantidade de alimento.

Por exemplo, um cardápio semanal fit para quem quer emagrecer terá menos calorias, mas vai manter a qualidade nutricional. Já para quem quer ganhar massa, as porções vão caprichar nas proteínas, além dos carboidratos, vitaminas e minerais,que vão ajudar na construção dos músculos.

Além disso, o cardápio fit para almoço e o cardápio fit para jantar também poderão ser diferentes, considerando que de dia as pessoas estão em plena atividade e tendem a ter mais gastos calóricos, enquanto à noite a alimentação precisa ser mais leve, para ajudar na qualidade do sono.

De qualquer modo, em qualquer horário do dia, os exageros não devem ser a regra para quem quer adotar uma alimentação saudável. É claro que nossa alimentação é flexível e social, mas é muito importante a boa programação na sua rotina alimentar. 

Como fazer cardápio semanal fit?

Uma boa dica para quem não quer correr o risco de escorregar e cometer algum erro na hora de se alimentar, é realmente adotar um cardápio semanal saudável.

Muitas pessoas podem adotar as marmitas fit, que normalmente são elaboradas de forma balanceada, e são ótimas para quem não sabe cozinhar ou não tem tempo. Mas é preciso avaliar as ofertas para entender se os fornecedores utilizam ingredientes saudáveis e naturais no cardápio de marmita fit.

Sugestões de cardápio

No cardápio para marmita fit podem constar opções como frango com arroz integral e vegetais; patinho com legumes e saladas ou peixe com saladas e grãos. Mas também é possível aderir a lasanhas de massa integral, escondidinhos e estrogonofes elaborados com ingredientes adequados.

A ordem é ter equilíbrio na composição dos cardápios, por isso, vale também apostar em panquecas integrais com diversos recheios, chips de legumes no forno e muffins salgados com legumes.

E se a pessoa pode sentir falta de um doce, essa vontade pode ser suprida por frutas como sobremesa ou por pequenas porções de chocolate meio amargo, que também é um bom aliado das atividades físicas.

Outra dica é que se a pessoa escolher um cardápio fit para congelar, só precisa ficar bem atenta à questão das validades.

Mas não importa se você vai aderir à marmita fit no cardápio semanal simples para congelar ou você mesmo vai elaborar o próprio cardápio da semana fit. A dica é não perder de vista os objetivos e a orientação nutricional que vai potencializar seus resultados.

Tenha um experiência Cia Athletica

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome